Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > O que são bibliotecas virtuais e como elas podem te ajudar a estudar
Início do conteúdo da página
#ficadica

O que são bibliotecas virtuais e como elas podem te ajudar a estudar

Sabe aquele trabalho da escola que não engrena por falta de referências? No #FicaDica de hoje, saiba como a internet pode se tornar uma das suas melhores aliadas nos estudos ❤

  • Publicado: Quarta, 02 de Maio de 2018, 12h39
  • Última atualização em Quarta, 02 de Maio de 2018, 12h39

Imagina só fazer trabalhos da escola usando a internet para ter acesso a livros e outros diversos materiais de estudo de qualidade e confiáveis. Estamos aqui para te dizer que é possível e te apresentar (se você ainda não conhece, claro!) essa maravilha do mundo digital chamada: BIBLIOTECA VIRTUAL. ❤ No #FicaDica de hoje você encontra algumas ideias sobre como usar essa tecnologia a seu favor. E tem mais! Como dica BÔNUS, prometemos indicar algumas bibliotecas virtuais muito legais. Vamos lá?

 

Vamos começar pelo começo! O que são bibliotecas virtuais? Como o mundo digital em sua totalidade ainda é muito recente (por mais que você não lembre como era viver sem internet e sem smartphone), o conceito de biblioteca virtual, assim como tantos outros, ainda está em construção. Mas, basicamente, trata-se de acervos online, onde você pode encontrar não só livros, mas também outros tipos de mídia, como vídeos e áudios com conteúdo interessante, e que servem tanto para satisfazer a sua curiosidade sobre o mundo, como também para estudar.

As bibliotecas virtuais surgiram a partir do grande aumento no uso da internet, isto é, dessa nova ~vibe~ de estar quase todo mundo conectado, buscando e publicando várias coisas, quase o tempo todo. Vendo o crescimento desse nosso hábito de procurar tudo na internet, uma galera pensou: e se a gente usasse a internet para compartilhar conhecimento (ok, não precisa descartar os textões no Facebook #TáPermitido) e tornar o acesso à informação mais aberto? E assim surgiram as primeiras bibliotecas virtuais.

Para entender melhor como utilizar os acervos virtuais da melhor forma possível, conversamos com quem entende do assunto: a bibliotecária e mestre em educação e tecnologia, Camila Martins. A Camila é bibliotecária do câmpus Pelotas e nos ajudou esclarecendo algumas dúvidas. Então, #bora aprender a usar a internet (e, de quebra, ainda se tornar muito cult :D)? A Camila diz que é possível sim usar as bibliotecas virtuais para estudar, mas que para isso ser realmente efetivo e funcional temos de tomar alguns cuidados. Então #prestatenção!

 

Como sabemos, a internet está mais cheia de conteúdo e informação do que a galeria do seu celular de mensagens de bom dia #SadButTrue, então uma dica para quem está querendo encontrar conteúdo confiável para estudar, ou até mesmo só para se informar, é procurar nos lugares certos, até porque ninguém quer sair usando informação errada em trabalho, né?

Isso tudo é importante, pois a lei dos direitos autorais no Brasil proíbe a divulgação de obras sem a autorização do autor ou descendentes até 70 anos após sua morte. Então tem de se ter certeza de que aquele acervo que você está consultando tem compromisso e não publica obras sem autorizações!

Sempre vale procurar por acervos virtuais mantidos por instituições de ensino reconhecidas ou instituições governamentais, como a USP e a Biblioteca Nacional, por exemplo.

 

A Camila também nos contou que uma das coisas mais legais que surgiram a partir dos acervos virtuais é a maior facilidade em aprofundar conhecimentos sobre os temas do nosso interesse. Isso acontece porque com acervos online é mais fácil de encontrar conteúdo relacionado ao que a gente está pesquisando.

Porém, se você ainda não é uma Hermione Granger detentora de toda a sabedoria sobre bibliotecas, bibliografias e pesquisas, você sempre pode ir até a biblioteca do seu câmpus e pedir ajuda aos bibliotecários. Os bibliotecários, além de poder te ajudar indicando acervos confiáveis, também podem te ensinar como achar os livros mais facilmente do que com um feitiço Accio. #HarryPotterFansDetected Parece magia, mas é só o bom uso das referências bibliográficas mesmo. ¯\_(ツ)_/¯

 

E agora? Você já encontrou sites confiáveis, já encontrou obras que falam sobre o assunto que está pesquisando... O que falta? Aplicar esse conhecimento! Uma coisa IMPORTANTÍSSIMA é saber como usar tudo o que você aprendeu, como citar e referenciar obras de outros autores, ou seja, todas aquelas ideias e textos que não foi você quem escreveu, mas que te ajudaram a construir o seu trabalho.

Imagina só se esforçar muito para escrever um artigo, ou até mesmo um trabalho para uma disciplina, e no final perder nota por faltarem as referências, ou pior, SER ACUSADO DE PLÁGIO! #HowToGetAway <o> Então o ideal é prestar muita atenção nas regras da Associação Brasileira de Normas Técnicas (sim, a temida ABNT) que se referem a citações e referências em trabalhos acadêmicos. Calma, essas normas podem até parecer ultra-mega-super difíceis assim de longe, mas quando você lê com calma, tudo fica muuuuuito mais fácil. ;)

 

Acervos digitais que não são CERTAS NOVELAS, mas que valem a pena vermos de novo ;)

Como temos palavra e cumprimos o que prometemos, lá vão as nossas indicações de bibliotecas super legais e seguras pra você se jogar no conhecimento. Lembra quando usamos como exemplo de instituições confiáveis a Biblioteca Nacional e a USP? Então, essas duas instituições realmente mantêm acervos online maravilhosos.

A Biblioteca Nacional Digital é uma iniciativa da biblioteca nacional brasileira que tem o intuito de disponibilizar parte do seu acervo a qualquer um que tenha acesso a internet. Isso é muito legal, porque por mais que o acervo físico já seja patrimônio público, por questões logísticas e físicas, nem todo mundo pode visitar a sede da biblioteca no Rio de Janeiro. Já a USP mantém, entre outros, o acervo online da Biblioteca Brasiliana Mindlin, que também conta com sede física, mas disponibiliza parte das obras pela internet tanto para consulta online, como também para download.

A Biblioteca Digital Mundial, que é mantida pela Unesco, é um daqueles lugares virtuais de onde você não quer sair. Imagina uma biblioteca de Alexandria digitalizada! \o/ Não entendeu? É mais ou menos assim: se houvesse uma espécie de Arquivos Jedi no mundo atual seria essa biblioteca! *-* Tem realmente muuuuuuita coisa legal e interessante lá. E como o próprio nome já diz, tem materiais sobre o mundo todo, de várias épocas e em diversas línguas.

E agora uma dica bônus da dica bônus! Existe uma iniciativa brasileira – maravilhosa, diga-se de passagem! <3 – que também vale muito indicar.  É um portal, mantido pelo Ministério da Educação (MEC), que disponibiliza as obras do grande escritor brasileiro Machado de Assis. Além de ser útil para quem vai prestar vestibular e tem como leituras obrigatórias obras do autor, também dá para ler e reler Dom Casmurro até descobrir ~ou pelo menos tentar~ a história conturbada de Capitu e Bentinho.

 

Por Luma Costa | CCS - Reitoria

 

Revisão jornalística: Greice Gomes | CCS - Reitoria

registrado em:
Fim do conteúdo da página