Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > E se em vez de apenas desejarmos um feliz #DiaDasMães, tentarmos tornar melhor o #DiaADiaDeUmaMãe?
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

E se em vez de apenas desejarmos um feliz #DiaDasMães, tentarmos tornar melhor o #DiaADiaDeUmaMãe?

Que tal fazermos uma reflexão diferente nessa data? ❤

  • Publicado: Sexta, 11 de Maio de 2018, 10h08
  • Última atualização em Sexta, 11 de Maio de 2018, 10h08

Comemorar o Dia das Mães é uma delícia, né? É uma oportunidade única para homenagear essa pessoa tão especial na nossa vida! ❤ Mas que tal aproveitar a data para fazer um exercício um pouco diferente? E se, em vez de apenas comemorarmos o Dia das Mães, refletirmos sobre como tornar melhor o dia a dia de uma mãe? A seguir, vamos listar algumas dicas de como podemos fazer a nossa parte para isso! ;)

 

Faça a sua parte

Você percebeu que o título desta imagem não envolve a palavra “ajuda”? Pois é, essa escolha foi proposital, pois infelizmente ainda vemos muitas mães sobrecarregadas com atividades que deveriam ser compartilhadas. É comum ouvirmos por aí que os pais, por exemplo, precisam “ajudar” as mães, principalmente nas tarefas de casa. Mas você já parou para pensar que a responsabilidade sobre essas tarefas é de todas as pessoas que moram na mesma casa? É por isso que a nossa primeira dica trata exatamente disso: quando você faz a sua parte, nenhum membro da família é sobrecarregado!

 

Tenha empatia

Todas as pessoas são diferentes, certo? Se elas são diferentes, por que todas as famílias teriam uma forma única de educar e criar os filhos? Aqui, nossa dica é justamente essa: tenha empatia com as mães, pois infelizmente a maternidade vem acompanhada de julgamentos na nossa cultura. Quantas vezes, em uma situação de birra infantil, você já ouviu a expressão “essa criança não tem mãe”? Esse é apenas um exemplo de como a nossa sociedade coloca a responsabilidade pela criação dos filhos apenas sobre elas. Vamos refletir mais e julgar menos?

 

Respeite os limites de cada pessoa

Essa dica é especialmente para parentes e amigos de uma mãe. Muitas vezes, querendo ajudar, podemos acabar sendo invasivos com uma pessoa. Então, quando for conversar com uma mãe, questione-se se você tem o grau de intimidade necessário para perguntar ou fazer certas coisas. Você realmente precisa perguntar a uma mãe solo, por exemplo, como ela organiza a rotina com o filho? Ou chegar de surpresa na casa de uma mãe de recém-nascido? Na dúvida sobre o que fazer ou perguntar, use sempre o bom senso!

 

Ofereça apoio

Ok, na dica anterior você leu sobre respeitar os limites de cada pessoa. Mas isso não significa que você, parente ou amigo de uma mãe, não possa oferecer apoio. Seja aquela pessoa com quem uma mãe pode conversar sobre suas dificuldades na maternidade ou aquela pessoa para quem ela pode recorrer em caso de real necessidade.

 

Retribua o amor de mãe com mais amor – e ações!

O Dia das Mães é aquela data para celebrarmos a importância das pessoas que exercem o papel materno nas nossas vidas, então aproveite muito para encher essa pessoa de amor hoje e em todos os outros dias! E não esqueça: amor é atenção, cuidado e AÇÕES! ❤

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página