Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Especiais Vestibular > 5 dicas para te ajudar a escolher o curso certo ❤
Início do conteúdo da página
#plantãovestiba

5 dicas para te ajudar a escolher o curso certo ❤

Escrito por Coordenadoria de Comunicação Social | Publicado: Quarta, 01 de Novembro de 2017, 17h38 | Última atualização em Quinta, 09 de Novembro de 2017, 17h09

Tá difícil decidir? Confira dicas infalíveis para acertar na escolha do curso

Vestibular chegando, Enem quase aí... Junto com as provas, vem AQUELA dúvida: QUAL CURSO DEVO ESCOLHER???? Indecisão, pressão externa, inquietações quanto ao futuro... É muita coisa ao mesmo tempo na tua cabeça, né?! A gente sabe que essa é uma decisão importante na vida de qualquer estudante. Mas antes de perder o sono por causa disso, dá uma lida no #FicaDica de hoje! Para te dar uma BAITA ajuda nesse momento, conversamos com quem manja do assunto: a Leticia Krause, psicóloga do IFSul. Vamos lá? #RespiraInspiraNãoPira #KeepCalmAndConfereEssasDicas

>>> Já fez a tua pré-inscrição para o Vestibular do IFSul? Então clique aqui e faça AGORA! 😃

1 - A PALAVRA-CHAVE É... AUTOCONHECIMENTO!

O primeiro passo para tomar uma decisão correta é conhecer a si mesmo. Vale a pena se perguntar: do que eu gosto? O que me motiva? Quais temas me empolgam? Reflita também sobre quais matérias da escola você mais curte. Sabe aquela aula que você fica tipo “UAU, ESSE ASSUNTO É DEMAIS”? Então, pode ser uma boa seguir em algo nessa área! Para a psicóloga Leticia, esse é o segredo das escolhas certeiras: “conhecer a si mesmo aumenta suas chances de satisfação pessoal em todas as áreas da vida, não só no âmbito profissional”. Entendeu, né? #KnowYourself

 

2 – NO QUE EU MANDO BEM?

Depois de analisar seus gostos, tente descobrir o que você faz de melhor. Pense em suas habilidades, naquelas coisas que você faz bem e com facilidade! Na hora da escolha do curso, opte por aqueles que vão te permitir desenvolver essas aptidões. Arrasa na cozinha e faz uma sobremesa que todo mundo elogia? Talvez a área da gastronomia seja uma boa! É uma pessoa sociável e gosta muuuito de conversar? Quem sabe cursos que envolvam comunicação sejam a sua praia!

 

3 – PESQUISAR, PESQUISAR, PESQUISAR (E PESQUISAR MAIS UM POUCO!)

Hora de usar e abusar do famigerado Google! Banque o Sherlock Holmes e investigue t-u-d-o sobre o curso que você pensa em fazer. Pesquise a grade de matérias, as áreas do conhecimento estudadas e as possibilidades de carreira pós-formatura oferecidas. Assim, vai ficar mais fácil descobrir se o curso combina ou não com você. 😉#OraOraTemosUmXeroqueRolmes

 

4 – NA PRÁTICA

Ler sobre o curso cogitado ajuda muito, mas nada com a boa e velha prática, né? Por isso, procurar vivenciar experiências em sua área de interesse pode ser uma boa na hora da escolha! Por exemplo: se você pensa em fazer informática, que tal realizar oficinas sobre o assunto antes? Ou, se sua intenção é cursar algo relacionado à moda, que tal participar de eventos da área?

Outra dica interessante é conversar com profissionais já formados ou mesmo participar de feiras de profissões. Aproveite para tirar todas as suas dúvidas! Se possível, faça mais: passe um dia acompanhando o trabalho do profissional e prestando atenção em sua rotina. Se pergunte: eu gostaria de desempenhar essa atividade? Isso combina com meu perfil?

Tudo isso vai te ajudar a ter uma visão mais crítica do curso pretendido. Não esqueça de considerar suas vantagens e desvantagens, seus prós e contras (vale até fazer uma listinha!). “Muitas vezes não imaginamos como é a realidade do dia a dia de uma profissão. Entretanto, é essencial ter uma visão realista, sem fantasias”, destaca Leticia.

 

5 – FIQUE TRANQUILO

A gente sabe que uma das coisas que mais dá dor de cabeça nesse momento é acreditar que se está escolhendo uma profissão para a vida toda. 😱 Mas calma: embora a escolha do curso seja uma decisão importante, nem sempre ela é definitiva. Pode ser que você opte por uma área agora e não trabalhe nela para o resto da vida. E não tem problema nenhum nisso! Preste atenção no que a nossa psicóloga diz sobre o tema: “apesar de os estudantes se sentirem muito pressionados, isso não vai definir suas vidas nem determinar tudo. Sempre é possível mudar depois. Afinal, as coisas mudam, você muda! As possibilidades da vida são muito amplas”. Ouviu, né? #FicaDeBoa 

 

~~> Recado para os pais e mães: como ajudar seu filho na decisão

A psicóloga Leticia chama atenção para a necessidade de abandonar a ideia de “vocação”, de que cada pessoa nasce pré-disposta a exercer determinada profissão. Ela explica que nossas habilidades não nascem com a gente, pelo contrário: são aprendidas e construídas dia após dia, desde o nascimento.

Um modo eficaz de ajudar seu filho a escolher o curso ou a profissão é oportunizar que ele tenha contato com diferentes esferas do conhecimento e o incentive a desenvolver suas habilidades na área que desejar. “O ideal é que a família permita que a criança ou o adolescente se conheça, desenvolva suas próprias ideias e construa sua identidade. Os pais devem proporcionar um ambiente propício a autodescobertas”, explica a psicóloga.

 

Por Isabelli Neckel - CCS/Reitoria

registrado em:
Fim do conteúdo da página